Rubrica: Sabias Que? (6)

Boas!

Espero que estejam prontos para mais uma rubrica… Sabias Que?
Hoje venho falar sobre o suposto final de Pokémon, e não pensem que se trata da ditosa Teoria do Coma, que essa já lá vai e já perdeu vários factos associados!

SabiasQue6

Podem ver tudo aquilo que escrevi no Post Completo!

Suposto 1º Trailer do Filme 1 de Pokémon

Pois bem, o trailer tens algumas imagens que estariam no filme, mas que não se confirmaram no mesmo. E vemos que alguns anos se passaram, enquanto vemos Misty com uma menina pequena na companhia de Miranda (que apareceu no filme).

Depois de percorrer vários sites/blogs consegui juntar algumas ideias que têm sido lançadas pelos fãs, sendo que segundo percebi nada foi dito oficialmente.

Segundo parece, Ash tinha tudo para ganhar a Liga Índigo e quando ele “morre” no primeiro filme, seria mesmo a sua morte no anime e consequentemente o final do mesmo. Assim, Pokémon teria apenas alguns episódios e ainda um filme que seria o seu final!

O anime na temporada 1 tem várias cenas de alto nível como nós sabemos, e isso poderiam ser indícios de um final prematuro para o mesmo. Mas mesmo assim, uma criança de 10 anos como pai?… Enfim, a não ser que o filme tivesse como ideia base passar-se alguns anos após ele vencer a Liga e que aí já estivesse alguma espécie de namoro com Misty, não se sabe…

Diz-se também que o motivo por Miranda aparecer no vídeo, é que ela seria a mãe de Misty que ajuda a filha mais nova a tomar conta da neta. E que a grande herança da pequena criança, seria o Pikachu de seu pai.

Possivelmente teria sido um bom final para esta história, terminaria com um grande Mestre Pokémon a morrer para parar um combate entre dois grandes Pokémon, e a defender o mundo que ele tanto amava. E tu, o que achas deste possível final que poderia ou não estar estipulado para o anime?

Na tua opinião, sendo ele verdadeiro, porque será que recuaram e transformaram Ash num eterno perdedor de Ligas Pokémon e que nunca cresce?

Deixem as vossas opiniões sobre este assunto!
Se tiverem ideias para a rubrica, enviem mail para: sabias_que_pkportuga@sapo.pt

3 Comments

Add a Comment
  1. gosto bastante desta rubrica!

  2. Acho um final épico. Dá pra ver que na 1ª temporada o anime não era tão infantil como actualmente(lembrando os episódios banidos), algo que justificaria um final tão dramático(a morte do protagonista).
    Nem dá pra imaginar o que sentiria pikachu se ash morresse mesmo(só fico a pensar que pikachu se queria reunir com ele, nem a morte os devia separar).
    A história em geral seria bastante boa, faz-me lembrar outros animes que já vi.
    No entanto ainda bem que o anime continuo porque se tal não tivesse acontecido hoje não estaríamos aqui a falar de pokemon; no mundo pokemon existiriam apenas 151 pokemon,etc.
    Eu sinceramente acredito que já tenha sido o rumo que os produtores queriam. Causas para tal não ter acontecido? A mais provável deve ser o furor, não só no Japão mas como por todo o mundo, da serie(anime e videojogo).
    Acho o mais lógico a continuação porque depois de se ter criado um novo universo(parecido ao real), acabar com tudo tão depressa seria um desperdício do potencial que ainda hoje vemos, se bem que houve uma certa falta de ideias e depressa o anime tornou-se repetitivo e demasiado infantil comparado ao original (na sua generalidade).
    “porque será que recuaram e transformaram Ash num eterno perdedor de Ligas Pokémon e que nunca cresce?”->LMAO
    Com certeza não se lembraram de outra forma para continuar a serie então é como se cada região em que ash viaja fosse a primeira em termos de experiência de combates pokemon. O facto de não crescer não faz sentido, mas pensa-se que é para que a audiência alvo(crianças) se possa relacionar mais facilmente com o protagonista.

  3. O anime foi reduzido a uma mero meio de promoção para os jogos. E o maior problema é que ainda assim conseguem distanciar-se bastante da história original.
    Pokémon tem uma animação boa e muitos fãs, portanto orçamento é coisa que não lhes falta. Podiam bem fazer um spin-off e redimir-se dos erros do passado. Aumentava a credibilidade junto dos adolescentes/jovens adultos e chamava mais gente a adquirir os jogos.
    Não consigo perceber qual é o público-alvo deles. Crianças? Um jogo que inclui organizações criminosas e tudo mais? Eu acho que a história do primeiro jogo é muito difícil de ser entendida por uma criança de 6 anos. E Lavender Town… bem, esse é um dos locais mais misteriosos de todos os jogos existentes. Aquela música de fundo ainda está bem gravada na minha memória auditiva.
    Quer-me parecer que a Pokémon Company (ou lá o que é) tem um grave problema de personalidade e indecisão.

Deixar uma resposta