Capítulo 72

titulo-c72

Os combates que se desenrolam contra os estranhos de manto continuam. Devido a um poder desconhecido, a zona onde os nossos heróis se encontravam, quebrou-se? Que acontecerá a seguir?

— Eu consigo sentir-te — afirmava Mariah. — Tu és…
— Escusas de mencionar a minha alcunha! Eu também sei quem tu és!

O homem de manto vira-se para trás.

— Foste tu que destruíste o ciberespaço?
— E se tiver sido?
— Como é que tu…?

Igualmente ao que aconteceu anteriormente, o raio de luz que envolvia Mesprit desaparece e este cai nos braços de Mariah.

— Então tu é que és a Mestra do Suicune. Devido a estar presente no ciberespaço, não consegui sentir a tua presença. Mas isso agora pouco importa. O poder do Trio Lacustre já foi sugado e agora tenho aqui duas Mestras para serem as próximas vítimas. Depois as vossas bestas aparecerão e sugarei toda a sua energia.
— Eu não sou como essa que aí está! Estou num patamar muito superior!

— Que queres dizer com isso? — pergunta Mariah surpresa.
— Alguma vez sentiste o poder do Raikou no teu corpo?
— “Sentir o poder…” Não entendo.
— Estou a falar do poder que os Caçadores do Abismo almejam! Foi com esse poder que te libertei do espaço cibernético! Esse poder tem o nome de Conexão Mestra!
— “Conexão Mestra!” Que queres dizer?
— Já vi que tu nunca o sentiste. Tem de haver uma conexão perfeita entre os nossos corpos e o da Besta Lendária! Esta conexão é capaz de libertar um enorme raio de energia. É por te teres juntado com simples humanos que o Raikou nunca te apareceu. Há uma excepção, que é quando estiveres mesmo em grande perigo, como por exemplo, quando a tua energia estiver praticamente no zero. Pois, caso isso aconteça, todas as memórias do Mestre apagam-se e a geração do novo Mestre quebra-se.
— Então, o que aquele tipo disse…
— Se o portador morrer, um novo mestre é escolhido, mas isso não acontece com a absorção de energia. Se o Mestre perder toda a sua energia, não haverá nenhuma para ser “transplantada” num novo indivíduo. Quando essa energia entre num novo hospedeiro, a natureza dela funde-se com o próprio ADN do Mestre, tornando-se una com o seu corpo. Quando a energia é sugada, ela modifica-se, mutando-se numa forma negra. Esta é incompatível com qualquer humano. Claro que, se toda a energia não tiver sido sugada, o Mestre ainda terá algum poder, mas não todo para fazer o que quer. Nesse caso, terá de contactar com o seu Pokémon Lendário, para que este o reconheça como um “verdadeiro” Mestre e lhe dê energia.
— Para que propósito quererão os Caçadores do Abismo essa energia negra?
— Não sei. A energia que possuímos é única. O poder dos Pokémons lendários é dividido em duas categorias: alma e coração. A que possuímos inicialmente é a do coração. Quando o Pokémon criou laços muito fortes com o seu Mestre, este pode partilhar a sua essência com ele. Nós, os Mestres das Bestas Lendárias possuímos um coração puro e é por isso que elas nos escolheram, mas nem todos os Pokémons Lendários são amigáveis. Pensa-se que esses escolham indivíduos de coração impuro. Embora tenha dito que a energia que nos sugassem sofresse uma mutação e não se consiga ligar a nenhum hospedeiro, se essa energia for praticamente a mesma destes Pokémons impuros, talvez alguém se queira tornar num Mestre à força.
— “Mestre à força”? — assusta-se Mariah.

— Já chega dessa lengalenga! Como conseguiste destruir o espaço cibernético?
— Já disse! Usei a Conexão Mestra! Não é que tenhas de saber, seu cobarde de manto, mas vou explicá-la. Esta energia também é conhecida por outro nome, Conexão de Fusão.

Mariah e Z espantam-se.

— Quando o nosso Pokémon Lendário nos oferece ajuda, este tenta unir-se ao nosso corpo. Devido a isso, passa a existir apenas um corpo.
— Queres dizer que o Suicune fundiu-se contigo? — pergunta Mariah confusa.
— Isso mesmo. Quando o Pokémon se funde connosco, podemos usar o seu poder, embora não seja todo, pois o Pokémon entra num estado de sono e não se sabe quando poderá acordar, excepto em momentos de calamidade. Eu consigo sentir o poder de Mestres a alguns bons metros de distância. Se só conseguiste sentir-me neste momento, significa que ainda estás muito verde. Infelizmente, quando cheguei, o Trio Lacustre já tinha sido apanhado, juntamente com os seus Mestres. Já não podia fazer praticamente nada. Dentro do ciberespaço, não consigo sentir a tua presença. Tive de destruir uma a uma para ver onde estavas. Para sorte dos teus amigos, foste a última. Isso significa que os teus amigos estão a salvo da Zona de Rede. Eu detesto seres humanos comuns.

Maria alivia-se.

— Por muito que me tenha custado salvar-te, tu também és uma mestra e não podia deixar a geração do Raikou desaparecer. Mas, se pensas que os Caçadores do Abismo são o nosso verdadeiro inimigo, enganas-te.
— Que queres dizer com isso?
— Uma guerra está para chegar.
— “Guerra”!?
— Aconselho-te a afastares-te dos humanos comuns e aprender a usar a tua energia. Mesmo sem a tua energia ter sido sugada, podes fundir-te com o Raikou. Ele não se junta com seres vulgares. Tens de te encontrar com ele e ficar forte. A nossa luta contra os Lendários das Trevas avizinha-se.
— Queres dizer que… poderá haver uma guerra entre nós e os escolhidos que podem controlar Pokémons Lendários das trevas?
— Exacto! Uma batalha que pode levar à destruição completa do nosso planeta. Todos os seres vivos extinguir-se-ão.

Maria fica de queixo caído.

— Diz-me… como sabes tantas coisas?
— Foi o Suicune que me contou tudo isto. também saberias isto se te tivesses fundido com o Raikou. Estás a ver o poder que podemos ter? Foi com este poder que te libertei, a ti e aos teus amigos do ciberespaço. Agora imagina Pokémons Lendários com poder ainda maior. Por muito que não queira, tens de te juntar a mim. Temos de parar a guerra mesmo antes de começar. Espero que retenhas isto na tua memória.

E vai embora.

— Não penses que te deixarei ir embora! Porygon Z, Hiper Raio!

hiper-raio

— Beautifly, afasta-o rápido com Psíquico!

psiquico

O ataque de Porygon Z é desviado e embate no solo.

— «Posso não simpatizar com ela, mas ajudou-me, a mim e aos meus amigos. Agora, não posso desperdiçar a oportunidade que deu.»

steven-x

— Pensavas que tinhas ganho, não foi? O Porygon tem forças que desconheces.
— Quem diria que havia uma manha para recuperar energia…
— “Manha”? Não me faças rir, pirralho. Porygon, Canhão Zap!

canhao-zap

— Poliwhirl!

Poliwhirl esquiva-se.

— Inútil! Descarga!

descarga

— O quê?!

Poliwhirl é atingido.

colisao

— Oh, não!

— Chegou o fim para o teu Pokémon! Dá-lhe o golpe final, Hiper Raio!

— Cuidado, Poliwhirl! — grita Steven repentinamente. — Tens de sair do caminho!

hiper-raio2

Com todas as suas forças, Poliwhirl levanta-se e pára o ataque com as suas próprias mãos.

— Com as mãos nuas?! — surpreende-se X. — Como é possível?!

— Poliwhirl… Tu consegues!

— Esmaga-o de uma vez por todas!

Largos segundos se passam.

— «Não posso deixar que o Poliwhirl perca esta chance de o derrotar. Já sei!» Poliwhirl, usa toda a tua força num Mega Soco! Redirige o seu ataque!

Com extremíssima dificuldade, Poliwhirl tenta parar o ataque com apenas uma mão.

— NUNCA CONSEGUIRÁS!
— ACABA COM ELE, POLIWHIRL!!!

Poliwhirl desfere o seu grande soco no Hiper Raio, fazendo com que este desse a volta, em direcção a Porygon.

hiper-raio

— PORYGON!!!

Será que Steven ganhará a Porygon com este contra-ataque de Poliwhirl?
Não percam o próximo capítulo de Confrontos de Topo!

continua

Próximo Capítulo: Contra-atacando os Porygon!

PkPortuga © 2009-2018 é um site criado por fãs para fãs
Pokémon © 1996-2018 pertence à Nintendo, Creatures Inc. e à GAME FREAK Inc.
Frontier Theme
%d bloggers like this: